História

Em 15/06/1940 foi concedido o Alvará que autorizou a constituição e o funcionamento da Casa do Povo de Mangualde.
Já na era pós 25 de Abril de 1974, concretamente a partir de 1979, a Instituição apostou no desenvolvimento de práticas desportivas e culturais.
Hoje possui desporto federado nas modalidades de Atletismo, Pesca Desportiva, Squash, e Damas.
Mantém atividade não federada nas Secções de Ginástica de Manutenção, Bilhar, Ténis de Mesa, Xadrez, e possui ainda uma recém criada Secção de Artes Plásticas, assim como a prática de Danças de Salão.
O Atletismo, para além de inúmeras proezas, já ultrapassou claramente a centena de títulos de campeões nacionais, e como corolário do excelente trabalho protagonizado, teve 3 atletas selecionados para representarem Portugal nos Jogos ParaOlímpicos 2016 no Brasil (Rio de Janeiro).
A Pesca Desportiva, que atualmente está a disputar o Campeonato Nacional de Clubes da 1ª Divisão, já venceu Concursos Internacionais, inúmeras Provas Abertas e Concursos Inter Clubes, teve também elementos selecionados para defenderem as cores nacionais, um dos quais sagrando-se Campeão Mundial de Veteranos em Nações.
O Squash participa e organiza muitos Circuitos com resultados competitivos de assinalável qualidade, já colocou 2 elementos no quadro dos 10 melhores nacionais, e 4 dos seus atletas já conseguiram aprovação em cursos de treinadores aprovados pela Federação Europeia.
As Damas participam e vencem anualmente vários Torneios, principalmente na zona centro.
A vertente organizativa tem sido muito cuidada, isto é, cada vez que a Casa do Povo organiza um evento desportivo, investe inúmeras horas numa preparação atempada e pormenorizada, para que os praticantes oriundos de fora do nosso concelho sintam entusiamo na forma como os recebemos e a consequente vontade de nos voltarem a visitar.
Os corpos sociais integram elementos dotados de elevado espírito altruísta, discretos mas eficazes na tomada de decisões tendentes à melhor execução possível dos Programas de Ação e dos Orçamentos com que anualmente se deparam, sem naturalmente descurarem a permanente observância aos Estatutos desta Casa do Povo.
Esta Instituição de Utilidade Pública constitui sem dúvida nos dias de hoje um excelente veículo de promoção de Mangualde, quer quantitativa quer qualitativamente, dentro e fora do nosso país.